Estudar & Viver no Japão: vistos, bolsas e experiências

study in japan

Quer estudar no Japão?

Quer trabalhar no Japão?

Tem curiosidade sobre como é viver no Japão?

Gostaria de obter mais informação sobre possíveis bolsas que o financiem?

Nesta sessão teremos convidados especiais em sala e também convidados online (a partir do Japão) que o vão ajudar a esclarecer essas dúvidas.

Dia 20 de Outubro, às 15:30h, no pólo 1 da Universidade de Coimbra. (A sala será anunciada posteriormente.)

Inscreva-se antecipadamente devido aos lugares limitados. As inscrições e informações serão tratadas exclusivamente por email: umlongoveraonojapao@gmail.com

Todos são bem vindos, mesmo que não sejam nossos alunos no programa de estudos japoneses.

Inscrições abertas para língua japonesa

konnichiwa

Inscrições abertas para mais um ano lectivo de língua japonesa!

As aulas de língua japonesa do nosso programa decorrem nas sextas-feiras à noite e nos sábados à tarde, para se adaptarem aos horários dos estudantes e dos trabalhadores.

O local das nossas aulas é o pólo 1 da Universidade de Coimbra. (Iremos indicar a sala mais tarde.)

A idade mínima para frequentar as nossas aulas é 14 anos. Não existe idade máxima.

Se deseja frequentar as nossas aulas e já estudou japonês antes, marque um teste-diagnóstico gratuito.

Mande email para umlongoveraonojapao@gmail.com com o assunto “aulas de japonês” e entraremos em contacto consigo.

O teste diagnóstico irá determinar se o seu grupo será na sexta-feira à noite ou aos sábados. Se nunca teve aulas de japonês será integrado no grupo de iniciação.

As aulas presenciais têm a duração de 90 minutos ou blocos de 3h, de acordo com cada caso. Existirá uma aula presencial por semana.

A inscrição deverá ser liquidada antes do início do curso e não é reembolsável.

Apenas irá abrir horário se forem confirmadas pelo menos 6 inscrições.

A inscrição incluí as aulas presenciais e também acompanhamento online permanente, bem como todos os materiais pedagógicos.

Os nossos métodos são diferenciados no seguinte:

  • os grupos são sempre pequenos, no máximo com 10 alunos;
  • os materiais pedagógicos incluem os livros e manuais habituais, mas também websites, jogos, filmes, etc;
  • os professores são de nacionalidade japonesa e têm vasta experiência de ensino;
  • a língua japonesa é praticada tendo em conta o seu uso prático no dia-a-dia e em contextos que se adaptam aos planos dos nossos alunos (por isso é importante sabermos se planeia estudar/trabalhar no Japão, se quer aprender a língua para poder ler em japonês, se quer comunicar oralmente com os seus amigos, etc);
  • realizamos frequentemente actividades com convidados de nacionalidade japonesa, para praticar o que aprende nas aulas.

A inscrição no curso intensivo representa automaticamente a possibilidade de assistir aos outros eventos culturais organizados por este programa pedagógico de forma gratuita, nomeadamente as conferências temáticas, ciclos de cinema, eventos musicais, entre outros.

O trimestre Outubro – Novembro – Dezembro tem o custo de 300 euros para inscrições liquidadas até 28 de Setembro de 2018.

Bem-vindos a mais um ano lectivo!

Estamos a iniciar mais um ano lectivo de estudos japoneses. O projecto cultural e pedagógico de estudos japoneses em Portugal dá as boas vindas a todos os que nos quiserem acompanhar em mais um ano de aprendizagem e desenvolvimento.

Quer estejam nas proximidades da nossa sede, em Coimbra, ou a vários quilómetros de distância, este ano temos previstas várias actividades e vamos usar este blog e o facebook para podermos chegar a todos, mesmo aos que apenas nos podem seguir através da internet.

A primeira grande novidade deste ano lectivo é, claro, a viagem ao Japão. Finalmente vamos poder mostrar os lugares – no Japão – onde mais se desenvolve a relação com Portugal. Esses lugares são muito importantes para as respectivas comunidades, japonesas, já que testemunham uma fase importante da história do Japão, e também porque são lugares através dos quais se pode construir uma visão de “glocalidade” e imaginar novos valores para um conceito de nacionalidade japonesa mais global.

Naturalmente o ponto alto da nossa viagem é a prefeitura de Nagasaki, e podemos com segurança afirmar que esta é a única viagem alguma vez organizada entre Portugal e o Japão que especificamente incide sobre o assunto do património cultural que é partilhado entre Portugal e o Japão. Por isso esta será uma viagem que conjuga turismo, descoberta e estudos japoneses!

(para saber mais sobre a viagem clique aqui )

 

japan icon set

Este ano lectivo vamos prevemos dar continuidade às duas disciplinas que tiveram mais sucesso no ano passado: a língua japonesa e a pintura sumi-e. Esperamos pelas vossas inscrições! (mais informações sobre as aulas serão aqui colocadas no blog)

Para além disso estamos também a planear as outras actividades culturais, às quais já vos habituámos, tais como os clubes de leitura, as conferências, os workshops de artes, os ciclos de cinema e de música, etc.

O “Vamos Japonicar!”, que começámos a fazer também no último ano lectivo, vai regressar logo em Outubro, proporcionando aos alunos japoneses que se encontram em Portugal a possibilidade de interagir com os alunos portugueses que estão a aprender japonês. Felizmente as últimas duas sessões do “Vamos Japonicar!” foram extremamente bem sucedidas, e isso deu-nos confiança para investirmos em preparar mais sessões destas.

Todas as informações sobre as nossas actividades serão sempre colocadas aqui no blog e também no facebook. Para além disso estamos disponíveis para responder a qualquer questão através do email umlongoveraonojapao@gmail.com

Este continua a ser um programa cultural e pedagógico sem fins lucrativos, no qual a organização de toda a grelha de formação e eventos é feita de forma 100% voluntária, e que está sempre a um (curto) passo de ser cancelado por falta de fundos. Gostaríamos muito de esclarecer que sempre que é pedido um valor de inscrição para algum workshop esse montante destina-se a cobrir custos, tais como o aluguer de salas, a impressão de cartazes, ou o que temos de pagar aos nossos convidados. Aceitamos de bom grado todo o apoio que possam dar, desde já divulgando o mais possível as nossas actividades, pois até para fazer anúncios temos muita dificuldade, já que nos cobram por isso. Também aceitamos com muita gratidão o apoio de profissionais multimedia e de outras pessoas que queiram partilhar os seus dons, pois a criação de mais materiais pedagógicos e conteúdos depende disso. Desde já obrigada.

 

 

Tradições e Contradições

Foto de Um longo Verão no Japão /  日本での長い夏でした.

No sábado passado foi apresentada a conferência “Tradições e Contradições na Experiência do Viajante”. O suporte visual dessa conferência encontra-se agora aqui em Power Point, disponível para consulta, ainda que desprovido da componente oral da conferência.

Este Power Point está gravado com temporização automática, pelo que não necessita de fazer passagem de diapositivos. Recomenda-se a sua visualização em ecrã de pc.

Tenha em consideração que este Power Point é propriedade intelectual da sua autora, não pode ser editado ou usado, no todo ou em partes, por outrem. Nem tão pouco pode ser integrado em site, blog, página de rede social ou qualquer outro endereço sem conhecimento e autorização expressa da autora. Se deseja partilhar esta apresentação remeta sempre para esta página de blog.

Clique no link abaixo indicado para abrir a apresentação:

23-6-2018 conferencia tradicoes e contradicoes na experiencia do viajante_ apresentação disponivel no blog

Primeiro “Vamos Japonicar!” em Portugal

No passado dia 26 de Maio realizámos em Coimbra o primeiro “Vamos Japonicar!” em Portugal.

O nosso evento teve como base o modelo oficial da Japan Foundation, pólo de Madrid, a qual nos deu informação e autorização para concretizar o “Vamos Japonicar!” do sábado passado. O modelo espanhol tem o título “¡Vamos a nihonguear!”, e por isso a versão em Portugal ficou com o título “Vamos Japonicar!”. Para saber mais sobre o “¡Vamos a nihonguear!” consulte a página oficial .

Apesar de termos de respeitar certos parâmetros, a verdade é que foi necessário fazer várias adaptações para que o evento fosse bem sucedido no contexto português. Desde logo o alinhamento das actividades é uma criação original nossa, pois para além de darmos um tema geral – férias de Verão – também criámos actividades específicas e sequenciais para fazer ao longo das duas horas de duração do evento. A parte de conversação orientada foi aqui muito mais trabalhada, já que os alunos tinham três etapas de conversação diferentes: primeiro sobre o jogo da karuta e as expressões lidas a partir do jogo; segundo sobre os lugares que mais gostavam na cidade e região (conversando portando dos seus interesses e hábitos); terceiro sobre que lugares e actividades seriam ideais para planear de um dia de férias (a última actividade consistia na criação de um plano para um grupo de pessoas e com um orçamento pré-definido).

O facto de realizarmos este evento em Coimbra e portanto de termos uma maioria de participantes da região, também influenciou o modo como coordenámos o evento. Quase 100% dos participantes eram estudantes da Universidade de Coimbra, tanto os japoneses que estão por cá a fazer o curso de língua portuguesa para estrangeiros como os portugueses que são ou já foram nossos alunos nos programas de língua japonesa. Contudo o evento foi aberto a toda a sociedade, e se pudermos vir a realizar mais iremos manter a porta aberta para participantes de todas as idades e proveniências, desde que com o nível A1 já realizado.

Este foi mais um evento sem fins lucrativos, no qual tanto eu (Inês Matos), como a docente de língua japonesa (Ayano Sensei) trabalhámos voluntariamente e de modo independente de qualquer instituição. O preço de entrada (que não era obrigatório, já que vários estudantes com necessidades económicas entraram sem pagar) era apenas dois euros por pessoa, para cobrir a despesa do aluguer da sala. Naturalmente estamos muito satisfeitas com o evento, pois teve grande adesão – 25 participantes! – e proporcionou a oportunidade de estes dois grupos de pessoas se conhecerem e poderem no futuro continuar a aprender a língua uns dos outros e a respeitarem as diferenças de cultura e mentalidade uns dos outros.

A todos os que estiveram presentes, e que com a sua boa-disposição, tolerância, simpatia e amizade tornaram este evento uma verdadeira ocasião de partilha e de crescimento, estamos profundamente agradecidas!

 

 

Clube de Leituras do Oriente

No mês de Abril o Clube de Leituras do Oriente volta a Lisboa, desta vez para conversarmos sobre o livro Rashomon e outras Histórias. Pedro Teixeira da Mota vai receber-nos na Biblioteca de Estudos Espirituais e Orientais e nós vamos os dois apresentar alguns dos contos reunidos neste livro.

clube de leituras do oriente LISBOA 21 de abril 2018

Alinhamento da sessão:


Biografia do autor e temáticas mais importantes na sua obra.
Análise do conto “O Nariz”.
Kirishitanmono: o lugar do Cristianismo na obra de Akutagawa.
Análise dos contos “Dr. Ogata Ryosai – Memorando” e “O-Gin”.
Tertúlia com os participantes.
Dependendo do tempo de duração da sessão poderão ser ainda analisados os contos ” Dragão: o conto do velho oleiro” e “O fio da aranha”.