Beppu 2019 alojamento

O programa de residências artísticas Beppu 2019 permite aos artistas selecionados residir durante 20 dias na pequena cidade costeira de Beppu, localizada na prefeitura de Oita.

Durante esse período de tempo, para além de quarto, acesso a termas (onsen) e vários tours e workshops, têm espaço para trabalhar nos seus projectos e encontros com artistas locais.

As fotografias que se seguem ilustram as condições de estadia (foram tiradas exactamente onde os artistas vão ficar).

Não se incluem aqui as fotos dos ateliers e outros espaços de trabalho, pois esses dependerão das necessidades dos artistas selecionados.

Este programa não tem fins lucrativos. Existe um custo de participação (1700 euros), para cobrir as despesas da organização, incluindo tours e workshops. A organização em si não carece de honorários.

Esse valor inclui acompanhamento desde a chegada ao Japão (aeroporto de Kansai) e durante todo o período da residência artística, bem como curadoria para exposições/eventos a realizar.

Para mais informações solicite o documento com as condições de candidatura através de e-mail: umlongoveraonojapao@gmail.com.

Arte & Música

Artistas plásticos, músicos/cantores, e outros criadores de arte interessados em residências artísticas enquadradas em planos colaborativos no Japão contactem umlongoveraonojapao@gmail.com.

Consulte as condições e preços aqui:

 Beppu 2019 condições

A organização em Portugal representa a NPO (Non Profit Organization) Midori no Mori, dedicada a revitalizar áreas rurais/de montanha e a realizar actividades ao ar livre com forte componente de contacto com a Natureza. Pode consultar o Facebook desta NPO abaixo indicado (só em japonês)

https://m.facebook.com/midorinomori.p/

Este programa destina-se a artistas com currículo relevante em arte & música com elementos de folquelore/cultura ancestral/etnologia/natureza e paisagem.

Nacionalidade portuguesa (ou residência fixa em Portugal), ou nacionalidade japonesa.

Preferencialmente com intenção de desenvolvimento de projetos em colaboração com artistas japoneses dessa mesma área.

A organização da viagem, alojamento, actividades e outra programação associada não tem fins comerciais. Os custos serão partilhados pelos participantes.

Com serviço de curadoria incluído e garantia de exposição/performance/espectáculo.

Residência artística a realizar entre 21 de Fevereiro e 12 de Março de 2019.

Com possibilidade de estender a estadia no Japão e integrar programa cultural e turístico na segunda quinzena de Março.

Apenas 6 lugares disponíveis para artistas.

Encerramento de candidaturas a 10 de Dezembro.

Selecção depende do envio de todos os elementos acima pedidos (ver doc PDF) e também entrevista.

Aberto a acompanhantes, na qualidade de “turismo”. (Com possibilidade de excursões e tours.)

Komorebi

Arashiyama - Kyoto - photo by Ines Matos (C)

O bosque de bambu em Arashiyama, Kyoto.

Foto original de Inês Carvalho Matos. Todos os direitos reservados. 

 

No próximo sábado, 6 de Outubro, às 18:30h, inauguramos uma pequena mostra fotográfica no Atlas Hostel Leiria.

Este espaço de alojamento e cultura convidou-nos a enriquecer a decoração do bar e salas comuns com fotografias do Japão, convite esse que aceitámos com muito gosto.

A exposição, intitulada “Komorebi”, consiste num conjunto de instantâneos sem edição/pós-produção, e propõe regressar à experiência original da viagem: a curiosidade.

Komorebi, que também é o título de uma das fotografias, é uma expressão japonesa com difícil correspondência para a língua portuguesa: o termo designa a impressão particular da luz do sol a ser filtrada pelas folhas das árvores, criando uma penumbra que renova os sentidos e por isso tem impacto tanto no corpo como na alma.

As fotografias estarão expostas durante, pelo menos, todo o mês de Outubro, mas apenas no sábado existirá oportunidade de conversar com a autora.

 

atlas hostel leiria mapa

 

 

 

Mostra de Sumi-e

exposiçao sumi-e 2-3-2018_banner

Exposição

Durante o mês de Março, na Cafetaria & Galeria do Instituto Universitário Justiça e Paz, poderá ver os trabalhos da professora e artista plástica Paula Walker, desde estudos a obras finais, e também alguns trabalhos dos alunos que têm aulas de sumi-e em Coimbra. Através desta exposição procuramos mostrar à comunidade académica e a todos os visitantes deste espaço o mundo do sumi-e de forma acessível e pedagógica.

Visitas Guiadas em 15 min.

Todas as sextas-feiras deste mês, das 16:15h às 16:30h, Paula Walker e também a curadora da exposição – Inês Matos – estarão disponíveis para responder a todas as suas questões e orientar a sua apreciação dos trabalhos expostos. Gratuito e sem necessidade de pré-inscrição.

O primeiro Japonic!

japonic sintra 1

Entrada Livre

Local: Flores do Cabo, Estrada dos Capuchos, 839, Pé-da-Serra, Colares, 2705-255 Sintra

Informações e inscrições em actividades: japonic.portugal@gmail.com

Exposição ” Silêncio em Alto Volume”, por colectivo de artistas: António João Saraiva, Beniko Tanaka, João Carvalho, Mami Higuchi e Naohiro.

Mercadinho Japonês das 15h às 19h

Workshop Cerimonia do Chá (com pré-inscrição) das 15h às 16h – 20 eur.

Workshops para crianças, a partir de 2 eur.: Caligrafia de Caracteres Japoneses, Origami, Máscaras de Papel

Para toda a família: Teatro de papel, estilo Kamishibai, às 17h – 3 eur.

Concerto do duo “Dongara” das 19h às 20h

Entrada livre com pré-inscrição em info@floresdocabo.pt

Duo de flauta e percussão do estilo Edo-bayashi, baseado no improviso, para apresentar
uma fusão de música tradicional japonesa com música ocidental contemporânea.

 

 

 

 

12 meses convosco…

Foi em Junho de 2016, com a Pré-Festa do Japão em Coimbra, que arrancámos a sério com o projeto de estudos japoneses em Portugal, tendo finalmente uma Casa que nos acolhesse e um plano pedagógico para todo o ano lectivo que se avizinhava. Durante o  Verão oferecemos os primeiros cursos, preparámos uma exposição interativa e em Setembro começaram a funcionar as aulas. Pela primeira vez na longa história da relação entre Portugal e o Japão, de forma consistente e com ritmo certo semanal, um grupo de pessoas juntou-se para aprender sobre o Japão e a cultura japonesa, todas as sextas-feiras, muitas vezes com convidados japoneses ou proporcionando o encontro de alunos japoneses com alunos portugueses.  Mais de nove meses disto e continuamos, todas as sextas-feiras. Veja o que fizemos juntos neste ano lectivo, e junte-se a nós para os cursos de Verão!