Um recanto fora do tempo

Murin-an, em Kyoto, é um jardim mas também é uma casa no meio desse jardim, é o espaço da propriedade e tudo o que alberga, mas não seria exagero dizer que é também o espírito de ancestralidade japonesa cristalizada. A belíssima habitação, que data de 1848, é apresentada pelos anfitriões, versados em artes tradicionais como a Cerimónia do Chá, a Arte dos Jardins, e o Kitsuke (o saber vestir aplicado ao kimono). O espaço é gerido pelo governo municipal de Kyoto e existe um programa de actividades culturais muito selecto ao longo do ano. As vagas são limitadas e os participantes têm de se candidatar com vários meses de antecedência, sendo ainda assim escrutinados minuciosamente. O espaço pretende proporcionar o verdadeiro enaltecimento da alma, o aumento da nobreza do saber e do refinamento. Não é o Murin-an que precisa dos visitantes, somos nós que precisamos dele. Ali, a natureza avassaladora do jardim preenche tudo: a vista, o espaço, a mente. E a escala redimensiona-se dentro e fora do ser. O ego desaparece, algures entre um golo de chá ou uma conversa de voz suave sobre o modo de atar o obi.

A partir de 2020, o Murin-an estará acessível a quem nos procurar para serviços de consultoria para planeamento de viagem, na qualidade de uma das nossas experiências de Turismo Imersivo. Apresentamos aqui algumas das fotografias que nos foram gentilmente cedidas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Partilha de Cha-do – A Via do Chá

Yōshū_Chikanobu_Cha_no_yu.jpg

28 de Julho, vários horários das 10h às 13h

“Cha-do”, literalmente A Via do Chá, é uma filosofia prática de origem japonesa. Através da preparação do chá de tipo “matcha” e dos doces tradicionais “wagashi”, os participantes partilham estado de espírito, emoção e pensamento de forma harmoniosa, silenciosa e contemplativa. O “Cha-do” deverá ser realizado em ambiente natural, idealmente num jardim ou numa floresta, em parelhas de apenas dois (anfitrião e convidado) ou entre um número reduzido de pessoas, com tempos de início e fim pré-definidos.

Tal como no Japão antigo, o encontro de “Cha-do” deve estar limpo de qualquer interferência tecnológica, de ruído, de cheiros intensos (exemplo:perfume), de violência ou ansiedade, de expectativa, de comparação e de soberba. O exercício da Partilha de Cha-do é uma oportunidade de desenvolvimento pessoal tanto para o anfitrião como para o convidado. Todos aqueles suja inscrição for aceite receberão formação nesse sentido.

A Partilha de Cha-do é “um evento único na vida”, segundo a filosofia japonesa, e inscreve-se no ciclo das estações do ano através do modo como é realizada. Esta “Partilha de Cha-do” será subordinada a um tema, como dita a tradição, e será revelada aos participantes ao longo do caminho de preparação para o encontro.

Candidatura através de:

https://forms.gle/92gpZ6sm8GJUv4tG9

Se for uma das seis primeiras pessoas a inscrever-se, receberá de oferta este livro:

o elogio da sombra_livro

 

12 meses convosco…

Foi em Junho de 2016, com a Pré-Festa do Japão em Coimbra, que arrancámos a sério com o projeto de estudos japoneses em Portugal, tendo finalmente uma Casa que nos acolhesse e um plano pedagógico para todo o ano lectivo que se avizinhava. Durante o  Verão oferecemos os primeiros cursos, preparámos uma exposição interativa e em Setembro começaram a funcionar as aulas. Pela primeira vez na longa história da relação entre Portugal e o Japão, de forma consistente e com ritmo certo semanal, um grupo de pessoas juntou-se para aprender sobre o Japão e a cultura japonesa, todas as sextas-feiras, muitas vezes com convidados japoneses ou proporcionando o encontro de alunos japoneses com alunos portugueses.  Mais de nove meses disto e continuamos, todas as sextas-feiras. Veja o que fizemos juntos neste ano lectivo, e junte-se a nós para os cursos de Verão!

Momentos Matcha

Momentos Matcha começou por ser uma série de pequenos vídeos no canal de youtube associado a este projeto cultural e pedagógico. Nesses vídeos mostrava-se um pouco do mundo do matcha, mas em “diferido”. Contudo este ano o Momentos Matcha chega a uma nova fase, na qual os encontros são “em direto” e a experiência é partilhada. Assim, quem quiser juntar-se a mim e aos alunos do curso “Japão: Língua e Cultura”, no próximo dia 3 de Março, deverá inscrever-se por email até ao dia 1 de Março.

Este Momentos Matcha terá o tema “Hina Matsuri” (celebrado no Japão precisamente a 3 de Março).

_mg_6101

 

Esta sessão terá a duração aproximada de duas horas. Para além da preparação de matcha segundo o método tradicional (o da Cerimónia do Chá) e a sua degustação acompanhada de wagashi, também iremos ler em conjunto um livro muito especial: “O Livro do Chá”, de Kakuzo Okakura.

15 euros (geral), 12 euros (estudantes e residentes do Condomínio Criativo)

O custo de inscrição incluí a prova de chá e um exemplar do livro para cada participante. Para fazer pagamento, por favor solicite NIB através do email umlongoveraonojapao@gmail.com

 

 

Delícias a caminho…

Olá amigos do costume e visitantes ocasionais. Estou em preparativos para a próxima sessão gastronómica. Não sei se sabem mas eu faço preparativos a sério, com ensaios, testes, provas pelos amigos e conhecidos… Enfim, no fundo quero apresentar-vos realmente o meu melhor em cada formação ou workshop. Por isso no próximo dia 13 de Fevereiro, para além do programa habitual, vou apresentar o resultado de uma receita nova, totalmente original. Isso mesmo, uma criação própria!

Se quiserem provar esta delícia e muitas outras, bem como aprender a conhecer e preparar o verdadeiro matcha japonês,  inscrevam-se na próxima sessão. Basta enviarem email com o primeiro e último nome para umlongoveraonojapao@gmail.com. É no dia 13 de Fevereiro, a partir das 16h, na Casa das Artes (Av. Sá da Bandeira , 83) em Coimbra.

Estou muito contente com esta receita nova pois combina algumas das características que realmente ambicionava juntar: é económica e muito fácil de fazer, pode ser feita em família porque tem etapas divertidas para os mais novos, e os ingredientes japoneses que são usados são fáceis de encontrar em Portugal, e por fim – mas não menos importante – é tão rápida que literalmente podem fazê-la enquanto a água para o chá aquece.

folhado de matcha_

O resultado é este. Querem saber como lá se chega?

É só seguir a galeria de imagens. A lista de ingredientes está no final.

AVISO

A culinária contemporânea é uma arte, e portanto tem autores. As receitas e os procedimentos que seguem temas tão específicos como este (a fusão de elementos japoneses com elementos portugueses) não aparecem do ar, são fruto de muito estudo, muito trabalho, muito ensaio. E, neste caso, fazem parte de um projecto cultural e pedagógico devidamente registado na IGAC. A autora apresenta a receita neste blog no âmbito do programa de formação designado “Momentos Matcha”, sem com isso prescindir dos seus direitos. Está totalmente interdita a apropriação comercial ou industrial, por particular ou empresa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Recomendações:

Se usarem massa fresca pré-preparada devem primeiro desenrolá-la e depois cortá-la em quatro partes iguais, por fim devem esticar cada uma das partes. Não se esqueçam de esticar bem a massa, pois mesmo aquela que se compra em rolo “pronto a usar” não está suficientemente fina.

A cozedura foi feita a 200 graus, durante 10 minutos, arejado (ventoínha).

A galeria de fotos mostra os primeiros dois pedaços de massa (cujo resultado final é uma espécie de rolo de strudel). Escolhi pôr no forno dois de cada vez em vez dos quatro ao mesmo tempo para o ar circular melhor.

Lista de ingredientes:

  • aproximadamente 270gr de massa folhada fresca (eu usei Belbake)
  • aproximadamente 200gr de queijo fresco meio-gordo (eu usei Campainha)
  • uma colher de sopa de açúcar integral de cana
  • uma colher de sopa de matcha
  • um ovo
  • uma colher de sobremesa de mirin
  • uma colher de sobremesa de kuzu seco (deve esmagar previamente os blocos até ficar em pó)
  • farinha para polvilhar

 

Momentos Matcha: degustação e formação sobre chá verde japonês

Na cultura nipónica o chá proporciona momentos preciosos, de encontro e de partilha. “Momentos Matcha” é uma iniciativa do projeto cultural Um longo Verão no Japão © através da qual poderá conhecer as tradições do Japão em relação ao consumo do chá, bem como os seus aspetos nutricionais. Veja os vídeos “Momentos Matcha” (neste canal do youtube) ou participe nas sessões de formação e degustação, a partir de Fevereiro de 2015 na Casa das Artes, em Coimbra.

10296252_439898522855472_4144471361928175724_o

Próxima sessão: 13 de Fevereiro, sábado, a partir das 16h, na Casa das Artes ( Av. Sá da Bandeira, 83, Coimbra )

A pré-inscrição é obrigatória. Envie email para umlongoveraonojapao@gmail.com com o seu primeiro e último nome.

A participação tem o custo de 10 euros por pessoa. Este é um projecto cultural sem fins lucrativos, pelo que este valor cobre os custos dos ingredientes, bebidas e alimentos consumidos. Incluí:

1) o consumo de pelo menos três tipos de chás diferentes, todos eles de alta qualidade e importados especialmente do Japão, sendo um deles o matcha – chá verde em pó usado na Cerimónia do Chá;
2) o consumo de pelo menos dois tipos diferentes de “wagashi” (doces tradicionais de acompanhamento à Cerimónia do Chá);
3) informação sobre receitas nas quais se pode usar o matcha (na preparação de alimentos), e provas desses mesmos alimentos;
4) entrega de informação escrita, criada pela autora para esta sessão e não disponível noutros formatos ou fora desta sessão;
5) formação e acompanhamento na degustação, incluíndo informações sobre como preparar o chá adequadamente;
6) um documentário (vídeo), criado pela autora e exclusivo desta formação.