Um recanto fora do tempo

Murin-an, em Kyoto, é um jardim mas também é uma casa no meio desse jardim, é o espaço da propriedade e tudo o que alberga, mas não seria exagero dizer que é também o espírito de ancestralidade japonesa cristalizada. A belíssima habitação, que data de 1848, é apresentada pelos anfitriões, versados em artes tradicionais como a Cerimónia do Chá, a Arte dos Jardins, e o Kitsuke (o saber vestir aplicado ao kimono). O espaço é gerido pelo governo municipal de Kyoto e existe um programa de actividades culturais muito selecto ao longo do ano. As vagas são limitadas e os participantes têm de se candidatar com vários meses de antecedência, sendo ainda assim escrutinados minuciosamente. O espaço pretende proporcionar o verdadeiro enaltecimento da alma, o aumento da nobreza do saber e do refinamento. Não é o Murin-an que precisa dos visitantes, somos nós que precisamos dele. Ali, a natureza avassaladora do jardim preenche tudo: a vista, o espaço, a mente. E a escala redimensiona-se dentro e fora do ser. O ego desaparece, algures entre um golo de chá ou uma conversa de voz suave sobre o modo de atar o obi.

A partir de 2020, o Murin-an estará acessível a quem nos procurar para serviços de consultoria para planeamento de viagem, na qualidade de uma das nossas experiências de Turismo Imersivo. Apresentamos aqui algumas das fotografias que nos foram gentilmente cedidas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s