12 meses convosco…

Foi em Junho de 2016, com a Pré-Festa do Japão em Coimbra, que arrancámos a sério com o projeto de estudos japoneses em Portugal, tendo finalmente uma Casa que nos acolhesse e um plano pedagógico para todo o ano lectivo que se avizinhava. Durante o  Verão oferecemos os primeiros cursos, preparámos uma exposição interativa e em Setembro começaram a funcionar as aulas. Pela primeira vez na longa história da relação entre Portugal e o Japão, de forma consistente e com ritmo certo semanal, um grupo de pessoas juntou-se para aprender sobre o Japão e a cultura japonesa, todas as sextas-feiras, muitas vezes com convidados japoneses ou proporcionando o encontro de alunos japoneses com alunos portugueses.  Mais de nove meses disto e continuamos, todas as sextas-feiras. Veja o que fizemos juntos neste ano lectivo, e junte-se a nós para os cursos de Verão!

A carta das notícias e o sótão mais japonês de Coimbra

Desde Janeiro deste ano que o projecto cultural e pedagógico “Um longo Verão no Japão” encontrou finalmente um sítio onde pode desenvolver as suas actividades, muito embora a itinerância não seja um mal em si mesmo e estejamos ainda disponíveis para ir a todo o país se nos pedir. Fomos acolhidos pelo Condomínio Criativo, na Casa das Artes da Fundação Bissaya Barreto, pelo que podemos usar este maravilhoso espaço para os nossos eventos e workshops. Se tem pedidos e propostas diga-nos, pois gostaríamos de tornar a nossa programação o mais adequada possível ao nosso público. Se representa uma escola ou uma associação cultural e está à procura de formação para professores ou de programação cultural, solicite a lista de temas disponíveis e gratuitos. Também pode receber por email a newsletter, onde ficará a saber o que temos programado para os dois meses seguintes.

A partir da newsletter que foi hoje divulgada destacamos o seguinte:

Colaboração entre a chef Joana Gonçalves, do “Sabor em Casa”, e Inês Carvalho Matos, investigadora em estudos japoneses. partir de 4 de Março, nas matinés habituais de sexta-feira (das 18.30h em diante) na Casa das Artes também poderá experimentar alguns petiscos típicos do país do sol nascente. Av. Sá da Bandeira, 83; para quem conhece um pouco a cidade fica apenas algumas portas acima do Avenida. 

Estamos a receber inscrições para quem esteja interessado num curso de língua, arte, história e cultura japonesas. Diga-nos quais as suas possibilidades de horário e quais os seus interesses. Se reunirmos pelo menos cinco candidatos poderemos abrir uma turma quando começar o próximo ano lectivo japonês, em Abril. As aulas seriam dadas por professores especializados em cada uma das matérias, numa frequência semanal, tendo cada aula 90 minutos. Agradecíamos um donativo de 25 euros mensais, para compensar a deslocação dos professores convidados, a despesa com os materiais e o espaço. Este valor incluí ainda a participação nos eventos de cultura japonesa que se organizam regularmente na Casa das Artes sem pagar a referida inscrição (até um por mês).

No mês de Março retomamos o tema da caligrafia japonesa com o workshop “Desenhar Provérbios – introdução ao kanji, parte II”. No sótão da Casa das Artes, na sexta-feira 11 de Março, das 18.30h às 20h. Esta será uma sessão sobre a sabedoria e alegria dos provérbios japoneses, para praticar a arte da caligrafia. Todos podem participar, quer tenham estado na primeira parte da introdução ao kanji ou não. Nesta sessão terão a oportunidade de escrever alguns provérbios japoneses em kanji, cada um ao seu ritmo, com lápis, caneta ou pincel. Além disso, aprenderemos também a lê-los, pronunciando e escrevendo a sua leitura fonética em hiragana. Este evento é gratuito mas, por uma questão de lotação da sala, agradecemos a sua pré-inscrição.

 

 

 

Delícias a caminho…

Olá amigos do costume e visitantes ocasionais. Estou em preparativos para a próxima sessão gastronómica. Não sei se sabem mas eu faço preparativos a sério, com ensaios, testes, provas pelos amigos e conhecidos… Enfim, no fundo quero apresentar-vos realmente o meu melhor em cada formação ou workshop. Por isso no próximo dia 13 de Fevereiro, para além do programa habitual, vou apresentar o resultado de uma receita nova, totalmente original. Isso mesmo, uma criação própria!

Se quiserem provar esta delícia e muitas outras, bem como aprender a conhecer e preparar o verdadeiro matcha japonês,  inscrevam-se na próxima sessão. Basta enviarem email com o primeiro e último nome para umlongoveraonojapao@gmail.com. É no dia 13 de Fevereiro, a partir das 16h, na Casa das Artes (Av. Sá da Bandeira , 83) em Coimbra.

Estou muito contente com esta receita nova pois combina algumas das características que realmente ambicionava juntar: é económica e muito fácil de fazer, pode ser feita em família porque tem etapas divertidas para os mais novos, e os ingredientes japoneses que são usados são fáceis de encontrar em Portugal, e por fim – mas não menos importante – é tão rápida que literalmente podem fazê-la enquanto a água para o chá aquece.

folhado de matcha_

O resultado é este. Querem saber como lá se chega?

É só seguir a galeria de imagens. A lista de ingredientes está no final.

AVISO

A culinária contemporânea é uma arte, e portanto tem autores. As receitas e os procedimentos que seguem temas tão específicos como este (a fusão de elementos japoneses com elementos portugueses) não aparecem do ar, são fruto de muito estudo, muito trabalho, muito ensaio. E, neste caso, fazem parte de um projecto cultural e pedagógico devidamente registado na IGAC. A autora apresenta a receita neste blog no âmbito do programa de formação designado “Momentos Matcha”, sem com isso prescindir dos seus direitos. Está totalmente interdita a apropriação comercial ou industrial, por particular ou empresa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Recomendações:

Se usarem massa fresca pré-preparada devem primeiro desenrolá-la e depois cortá-la em quatro partes iguais, por fim devem esticar cada uma das partes. Não se esqueçam de esticar bem a massa, pois mesmo aquela que se compra em rolo “pronto a usar” não está suficientemente fina.

A cozedura foi feita a 200 graus, durante 10 minutos, arejado (ventoínha).

A galeria de fotos mostra os primeiros dois pedaços de massa (cujo resultado final é uma espécie de rolo de strudel). Escolhi pôr no forno dois de cada vez em vez dos quatro ao mesmo tempo para o ar circular melhor.

Lista de ingredientes:

  • aproximadamente 270gr de massa folhada fresca (eu usei Belbake)
  • aproximadamente 200gr de queijo fresco meio-gordo (eu usei Campainha)
  • uma colher de sopa de açúcar integral de cana
  • uma colher de sopa de matcha
  • um ovo
  • uma colher de sobremesa de mirin
  • uma colher de sobremesa de kuzu seco (deve esmagar previamente os blocos até ficar em pó)
  • farinha para polvilhar

 

Momentos Matcha: degustação e formação sobre chá verde japonês

Na cultura nipónica o chá proporciona momentos preciosos, de encontro e de partilha. “Momentos Matcha” é uma iniciativa do projeto cultural Um longo Verão no Japão © através da qual poderá conhecer as tradições do Japão em relação ao consumo do chá, bem como os seus aspetos nutricionais. Veja os vídeos “Momentos Matcha” (neste canal do youtube) ou participe nas sessões de formação e degustação, a partir de Fevereiro de 2015 na Casa das Artes, em Coimbra.

10296252_439898522855472_4144471361928175724_o

Próxima sessão: 13 de Fevereiro, sábado, a partir das 16h, na Casa das Artes ( Av. Sá da Bandeira, 83, Coimbra )

A pré-inscrição é obrigatória. Envie email para umlongoveraonojapao@gmail.com com o seu primeiro e último nome.

A participação tem o custo de 10 euros por pessoa. Este é um projecto cultural sem fins lucrativos, pelo que este valor cobre os custos dos ingredientes, bebidas e alimentos consumidos. Incluí:

1) o consumo de pelo menos três tipos de chás diferentes, todos eles de alta qualidade e importados especialmente do Japão, sendo um deles o matcha – chá verde em pó usado na Cerimónia do Chá;
2) o consumo de pelo menos dois tipos diferentes de “wagashi” (doces tradicionais de acompanhamento à Cerimónia do Chá);
3) informação sobre receitas nas quais se pode usar o matcha (na preparação de alimentos), e provas desses mesmos alimentos;
4) entrega de informação escrita, criada pela autora para esta sessão e não disponível noutros formatos ou fora desta sessão;
5) formação e acompanhamento na degustação, incluíndo informações sobre como preparar o chá adequadamente;
6) um documentário (vídeo), criado pela autora e exclusivo desta formação.

 

Degustação de chás do Japão

Prova de chás do Japão, acompanhados de uma selecção de doces e salgados criteriosamente escolhidos para favorecer a experiência da degustação, adaptados a cada um dos tipos de chás, frios ou quentes.

Os chás são importados do Japão e são servidos com o extra de uma explicação sobre os seus usos e propriedades nutricionais na gastronomia do país do sol nascente. Por Inês Carvalho Matos, investigadora em Estudos Japoneses e autora do projecto cultural “Um longo Verão no Japão”.

A prova de chás é gratuita. Dia 11 de Dezembro a partir das 18.30h, na Casa das Artes, em Coimbra. Localização: Avenida Sá da Bandeira, nº 83.

Consulte a folha de sala deste evento (PDF): degustação chá do japao – 11 dez 2015 – casa das artes

Chás disponíveis para degustação gratuita: mugicha (cevada) quente e frio, sensha, matcha iri sensha, genmaicha.

Os alimentos, doces e salgados, estarão disponíveis na cozinha da Casa das Artes, sendo indicado exactamente qual o acompanhamento ideal para cada chá.

Aqui pode aceder à “Viral Agenda”, com um link seguro que pode partilhar livremente por email ou através das redes sociais.