Cuidar do Planeta

Neste blog pode encontrar muitas informações úteis sobre o cultura japonesa, sobre a relação entre Portugal e o Japão, e sobre como planear visitar o Japão e desfrutar do seu tempo por lá. Mas uma coisa que ainda não tinha era uma janela sobre as preocupações mais ecológicas que a prática de viagens internacionais implica. Com efeito, desde que em 2013 começámos a actividade de consultoria para viagens e aumentando também cada vez mais a quantidade de viagens que fazemos entre o Japão e Portugal, tornou-se óbvio que era necessário ter em conta a quantidade de CO2 que essas viagens de avião estavam a produzir.

Este é o único planeta que temos, e já ninguém pode ficar indiferente ou evocar desconhecimento sobre a emergência da situação climática. Por isso vamos fazer aqui uma sugestão: compensar os danos causados pelas viagens de avião através de programas de preservação da floresta.

Todas as iniciativas para combater o aquecimento global e a poluição nas suas várias formas são boas, mas a nossa pesquisa mostrou-nos que um dos métodos mais eficientes é a preservação de florestas adultas, criando reservas naturais da biodiversidade, as quais vão capturar o CO2 e produzir muitos outros efeitos benéficos para o clima e para a vida social das populações que delas usufruem.

No vídeo que se segue podem ver a conversa que tivemos com o Manuel Malva sobre este e outros assuntos, num dia em que fomos visitar aquela que será a primeira Reserva da MilVoz – Associação de Protecção e Conservação da Natureza.

          ———————>            CLIQUE AQUI para ver o vídeo

screencapture-entrevista-manuel-malva-milvoz.jpg

Depois desta conversa no parque de merendas junto à Capela da N. Sra da Alegria, perto de Almalaguês (que é o ponto de acesso ao terreno da Reserva), prosseguimos para a visita guiada propriamente dita.

______—————–>  CLIQUE AQUI para ver o segundo vídeo

entrevista-manuel-malva-mil-voz-captura-de-ecra-da-segunda-parte.jpg

Ficaram interessados? Esperamos que sim! A MilVoz precisa de adquirir este e outros terrenos para sua preservação, manutenção e preparação para um projecto educativo. Aqui poderá nascer o espaço de educação ambiental para as próximas gerações!

Se puderem ajudar, mesmo que não seja com donativos, entrem em contacto com a Associação através do email milvoznatureza@gmail.com.

Podem seguir a página de facebook da MilVoz AQUI.

 

Explorar Tokyo sem explorar a carteira

Continuamos a publicar dicas de viagem!

Desta vez através do nosso parceiro: o site japantravel.

golden gai_wikipedia_pd

Chegar a Tóquio é, para muitos, nada menos que a concretização de um sonho. Talvez alguns nem se atrevam a realizar esse sonho porque se assustam com os preços praticados no Japão. Sim, com efeito pode gastar-se facilmente o que se tem e o que não se tem por estas bandas… mas não tem obrigatoriamente de ser assim, especialmente se está disposto a fazer concessões.

Neste artigo vou dar-lhe recomendações para desfrutar de um dia em Tóquio tendo como critério manter os gastos no mínimo. Contudo, há uma coisa que não se compromete: a autenticidade da experiência!

(…)

Leia o artigo completo AQUI.

Mais uma viagem!

Em Março deste ano estabelecemos parceria com a agência Landescape e lançámos o programa da primeira viagem ao Japão, com foco na Prefeitura de Nagasaki e no património cultural que mais relaciona Portugal e o Japão. Essa viagem irá realizar-se já no mês que vem (Outubro) e ainda tem lugares disponíveis.

Mas, como recebemos muitos pedidos para criar uma viagem durante a estação das “sakura”, estabelecemos outra parceria, e podemos agora anunciar o programa de viagem para a Primavera de 2019.

wegoadventures 2019

Este tour será mais “tradicional”, no sentido em que se foca nos pontos fundamentais para uma primeira viagem ao Japão. Contudo – e porque não poderia deixar de ser dadas as características da autora – este também é um plano de viagem que privilegia as experiências autênticas do Japão. Por isso vamos ter uma agenda cheia, caminhar muito, fazer trilhos de montanha, e passaremos tanto pelos sítios mais futuristas que possam imaginar como pelos retiros mais zen que consigam conceber. Será um programa intenso, para quem tem muita “sede” de exploração!