Cuidar do Planeta

Neste blog pode encontrar muitas informações úteis sobre o cultura japonesa, sobre a relação entre Portugal e o Japão, e sobre como planear visitar o Japão e desfrutar do seu tempo por lá. Mas uma coisa que ainda não tinha era uma janela sobre as preocupações mais ecológicas que a prática de viagens internacionais implica. Com efeito, desde que em 2013 começámos a actividade de consultoria para viagens e aumentando também cada vez mais a quantidade de viagens que fazemos entre o Japão e Portugal, tornou-se óbvio que era necessário ter em conta a quantidade de CO2 que essas viagens de avião estavam a produzir.

Este é o único planeta que temos, e já ninguém pode ficar indiferente ou evocar desconhecimento sobre a emergência da situação climática. Por isso vamos fazer aqui uma sugestão: compensar os danos causados pelas viagens de avião através de programas de preservação da floresta.

Todas as iniciativas para combater o aquecimento global e a poluição nas suas várias formas são boas, mas a nossa pesquisa mostrou-nos que um dos métodos mais eficientes é a preservação de florestas adultas, criando reservas naturais da biodiversidade, as quais vão capturar o CO2 e produzir muitos outros efeitos benéficos para o clima e para a vida social das populações que delas usufruem.

No vídeo que se segue podem ver a conversa que tivemos com o Manuel Malva sobre este e outros assuntos, num dia em que fomos visitar aquela que será a primeira Reserva da MilVoz – Associação de Protecção e Conservação da Natureza.

          ———————>            CLIQUE AQUI para ver o vídeo

screencapture-entrevista-manuel-malva-milvoz.jpg

Depois desta conversa no parque de merendas junto à Capela da N. Sra da Alegria, perto de Almalaguês (que é o ponto de acesso ao terreno da Reserva), prosseguimos para a visita guiada propriamente dita.

______—————–>  CLIQUE AQUI para ver o segundo vídeo

entrevista-manuel-malva-mil-voz-captura-de-ecra-da-segunda-parte.jpg

Ficaram interessados? Esperamos que sim! A MilVoz precisa de adquirir este e outros terrenos para sua preservação, manutenção e preparação para um projecto educativo. Aqui poderá nascer o espaço de educação ambiental para as próximas gerações!

Se puderem ajudar, mesmo que não seja com donativos, entrem em contacto com a Associação através do email milvoznatureza@gmail.com.

Podem seguir a página de facebook da MilVoz AQUI.

 

Vamos fazer furoshiki!

41475888_1010781149100537_218729576145092608_o

Anotem na agenda: próximo sábado, dia 4 de Maio, às 4 da tarde, fácil de memorizar 😉

Furoshiki é uma das artes tradicionais do Japão, sendo parte do dia-a-dia dos japoneses como uma forma prática de embrulhar e transportar objectos, e também de decorar os presentes.

Uma das principais vantagens do furoshiki é ser um método ecológico e económico, já que se baseia no uso de panos simples e dispensa a aquisição de sacos de plástico ou mesmo qualquer outro tipo de produto industrialmente produzido.

Neste workshop vamos experimentar várias formas de furoshiki, para além de compreender as origens e aplicações do mesmo.

A formação será ministrada por Inês Carvalho Matos e o workshop terá lugar no atelier-loja Chronospaper, na baixa de Coimbra.

Os participantes deverão trazer objectos nos quais vão praticar as técnicas de embrulho, pelo menos dois dos objectos listados abaixo:

um cesto ou taça, redondo ou oval, com o máximo de 25cm de diâmetro

um pacote de lenços de papel do tipo “tissue”, rectangular (de mesa)

uma garrafa de 50cl, 75cl ou 1l

dois livros de tamanho e peso equivalente, aproximadamente A5 cada um

A participação neste Workshop requer inscrição prévia.

Para se inscrever, por favor submeta a Ficha de Inscrição que se segue

https://forms.gle/vp7M2r2ioQRxFY686

Ou contacte directamente a Loja/Atelier Chronospaper, onde o Workshop se irá realizar.

Rua Adelino da Veiga 51, 3000-003 Coimbra
239 106 424