Galos de Barcelos nas ruas de Nagasaki

(siga o link em baixo para ver o vídeo; ou veja no nosso canal youtube )

O tema “Legado da presença portuguesa no Japão” é um dos temas fundamentais deste projecto cultural e pedagógico desde a sua primeira iniciativa (a exposição de fotografia e vídeo “Um longo Verão no Japão”, em 2013), e foi já objecto de uma instalação na Casa das Artes Bissaya Barreto (como podem ver AQUI ). Mas em cada nova temporada de trabalho de campo há naturalmente mais dados, novas perspectivas, e uma melhor compreensão dos fenómenos em curso. Assim, partilhamos aqui neste vídeo – numa perspectiva de divulgação científica acessível ao público geral – um dos lugares de Nagasaki que se configurou recentemente como um pólo central nesta pesquisa. Para além do interesse académico, parece-nos que estes lugares têm também um grande potencial para contribuir para a formação, nomeadamente no âmbito dos Estudos Japoneses, e por isso estamos receptivos ao agendamento de visitas guiadas e outras oportunidades de visita orientada. Aficionados da história dos Descobrimentos Portugueses e da Expansão, fãs do Oriente, e curiosos sobre o Japão em geral, poderão assim fazer um périplo pelo país-do-sol-nascente que incluam estes e outros lugares (para além de Nagasaki), devidamente enquadrados em contexto histórico e com uma lógica de experiência culturalmente imersiva, isto é, fora do circuito comercial das agências de viagens e dando preferência à ligação com as comunidades locais. Aguardamos o vosso contacto por email para umlongoveraonojapao@gmail.com, para planeamento e consultoria especializada, com efeito no ano 2020.

 

 

 

Registo de vídeo da conferência “Japão – a terra do amanhã”

Este slideshow necessita de JavaScript.

No dia 8 de Agosto realizou-se no espaço “Pet & Tea” na baixa de Coimbra uma conferência e evento de “Meet and Talk” aberto ao público geral e de acesso livre, dedicado ao tema “Japão – a terra do amanhã”. No vídeo abaixo pode assistir integralmente à conferência e a uma parte do período de perguntas e respostas, correspondente à primeira hora desta sessão.

A oradora convidada agradece à gestão do espaço “Pet & Tea”, o primeiro Cat Café do país deste tipo, que para além de proporcionar um ambiente acolhedor e culturalmente estimulante, também recebeu muito bem todos os membros do público nesta sessão. Os participantes puderam consumir os produtos exclusivos deste estabelecimento, ter acesso ao espaço dos gatinhos que estão disponíveis para adopção, e prolongar a tertúlia bem para além das horas inicialmente estipuladas como o limite do evento.

Clique AQUI para assistir ao vídeo no Youtube.

As fotografias acima apresentadas são da organização deste evento, da Revista Evasões, e do Jornal Diário das Beiras.

 

Cuidar do Planeta

Neste blog pode encontrar muitas informações úteis sobre o cultura japonesa, sobre a relação entre Portugal e o Japão, e sobre como planear visitar o Japão e desfrutar do seu tempo por lá. Mas uma coisa que ainda não tinha era uma janela sobre as preocupações mais ecológicas que a prática de viagens internacionais implica. Com efeito, desde que em 2013 começámos a actividade de consultoria para viagens e aumentando também cada vez mais a quantidade de viagens que fazemos entre o Japão e Portugal, tornou-se óbvio que era necessário ter em conta a quantidade de CO2 que essas viagens de avião estavam a produzir.

Este é o único planeta que temos, e já ninguém pode ficar indiferente ou evocar desconhecimento sobre a emergência da situação climática. Por isso vamos fazer aqui uma sugestão: compensar os danos causados pelas viagens de avião através de programas de preservação da floresta.

Todas as iniciativas para combater o aquecimento global e a poluição nas suas várias formas são boas, mas a nossa pesquisa mostrou-nos que um dos métodos mais eficientes é a preservação de florestas adultas, criando reservas naturais da biodiversidade, as quais vão capturar o CO2 e produzir muitos outros efeitos benéficos para o clima e para a vida social das populações que delas usufruem.

No vídeo que se segue podem ver a conversa que tivemos com o Manuel Malva sobre este e outros assuntos, num dia em que fomos visitar aquela que será a primeira Reserva da MilVoz – Associação de Protecção e Conservação da Natureza.

          ———————>            CLIQUE AQUI para ver o vídeo

screencapture-entrevista-manuel-malva-milvoz.jpg

Depois desta conversa no parque de merendas junto à Capela da N. Sra da Alegria, perto de Almalaguês (que é o ponto de acesso ao terreno da Reserva), prosseguimos para a visita guiada propriamente dita.

______—————–>  CLIQUE AQUI para ver o segundo vídeo

entrevista-manuel-malva-mil-voz-captura-de-ecra-da-segunda-parte.jpg

Ficaram interessados? Esperamos que sim! A MilVoz precisa de adquirir este e outros terrenos para sua preservação, manutenção e preparação para um projecto educativo. Aqui poderá nascer o espaço de educação ambiental para as próximas gerações!

Se puderem ajudar, mesmo que não seja com donativos, entrem em contacto com a Associação através do email milvoznatureza@gmail.com.

Podem seguir a página de facebook da MilVoz AQUI.

 

Está quase aí a época para subir ao Monte Fuji!

monte fuji capa

A época para subir até ao topo do Monte Fuji inicia-se no próximo dia 1 de Julho (trilho Yoshida), e ao longo dos primeiros 10 dias de Julho todos os trilhos oficiais vão ficar abertos. A partir daí, e até Setembro, poderá subir a esta emblemática montanha e desfrutar de uma das vistas mais famosas do Japão. Contudo, e porque esta é uma empreitada que exige alguma preparação, criámos um vídeo no nosso canal de Youtube para dar mais informações.

Clique aqui para ser redireccionado para o nosso canal de Youtube.

(O vídeo será publicado a 28 de Junho de 2019, às 15:00h)

Recomendamos aos nossos leitores que vejam o vídeo e que consultem os documentos que abaixo apresentamos. Desejamos a todos um Verão maravilhoso, com ou sem subida ao Fuji-san.

Website Oficial do Parque Natural e Gestão de Trilhos do Monte Fuji:

http://www.fujisan-climb.jp/en/  (em inglês)

Tal como se pode consultar neste website, e em particular nesta secção http://www.fujisan-climb.jp/en/risk/guidelines.html, deverão submeter um pedido através do preenchimento de um formulário (disponível em inglês). Esse formulário designa-se “off season” porque no preciso momento em que este artigo está a ser escrito ainda não abriu a época oficial (ainda não é 1 de Julho) e por isso os pedidos teriam de entrar na categoria “off season”. Contudo, mesmo na época “aberta”, é preciso submeter um formulário, ou então contratar um operador turístico ou um guia para o fazer em nome de um grupo.

Formulário em PDF: off_season_climbing_form_Fuji

Siga o link abaixo para abrir o mapa integral de todos os trilhos de acesso ao topo do Monte Fuji:

Fuji_Climbing_Map

Se gostaria de ter uma boa vista do Monte Fuji mas não exactamente subir ao topo, recomendamos uma visita a Gotemba ou um passeio no lago Ashi (em Motohakone). Pode também consultar este guia de visita:

Artigo no website Japan Travel sobre Mishima e o Monte Fuji