Unboxing: ingredientes japoneses

Nestes tempos em que estamos em casa, no país de origem neste caso, há que inventar outras formas de matar saudades do Japão. Enquanto não podemos ir, trazemos cá o Japão através dos sabores e dos cheiros. A comida é um portal poderoso para os sentidos, e o divertimento de aprender a trabalhar novos ingredientes é um elixir que não deve ser subestimado. Por tudo isso, partilhamos o “unboxing” de delícias do Japão, e nas próximas semanas vamos partilhar os vídeos em que cozinhamos com estas coisinhas boas.

Se não conseguir ver o vídeo, clique aqui:    Unboxing 1

Se não conseguir ver o vídeo, clique aqui: Unboxing 2

 

Séries para ver em japonês

 

capa ainori

Ver uma série numa língua estrangeira pode ser uma excelente forma de nos mantermos expostos a essa língua. E agora, visto que temos menos oportunidade de contacto pessoal e directo, as séries podem dar uma ajuda aos estudantes de língua japonesa em Portugal. Contudo, é preciso ter em conta certos aspectos:

A série deve ser realista, ou então uma série do estilo “reality tv”, para que a conversação seja natural, o menos editada possível para efeitos dramáticos (porque esse tipo de conversação não é realmente usada no dia-a-dia japonês).

A série deve tratar aspectos da sociedade japonesa que sejam actuais e relevantes, de modo a permitir que a imersão seja não só linguística mas também cultural.

A série deverá ter, idealmente, o uso de língua japonesa em registos diversificados, ou seja, com diferentes níveis de língua (formalidade/informalidade), dialectos e sotaques, vocabulário, etc.

Por fim, é importante que o tema da série seja adequado à idade e à capacidade de entendimento subjectivo de quem a vê.

Em relação ao uso de legendas (em português ou numa outra língua que o espectador domine), isto depende do nível de entendimento de japonês de cada um. Nesta série que recomendamos, o aluno intermediário/avançado poderá ver facilmente sem legendas. O aluno de iniciação necessitará de legendas, mas pode usar a série como apoio ao estudo na medida em que proporciona uma ocasião de exposição ao registo sonoro da língua japonesa. E, porque não levar algumas anotações para as aulas e apresentar questões ao seu professor/a de japonês?

ainori | Tumblr

Encontrámos recentemente uma série que cumpre todos estes requisitos e que para além disso ainda lhe soma alguns. A saber:

É uma série que permite a quem a vê “viajar” por todo o sudoeste asiático e constatar as reacções, gostos e interacções entre os viajantes, que são japoneses. Portanto, ficamos a conhecer o modo como os japoneses convivem uns com os outros, comunicando e resolvendo problemas, mas também somos testemunhas do modo como estes mesmos japoneses se relacionam com as diferentes pessoas e situações do sudoeste asiático que vão encontrando.

Ainori Love Van: Ásia Netflix série - Filmes-Online.pt

Nesta série tratam de forma profunda, reflexiva e compassiva vários assuntos problemáticos e mesmo tabu no Japão, como por exemplo a questão de Taiwan (no contexto da política internacional), o tema dos direitos humanos das pessoas LGBT e a sua percepção pelo resto da sociedade, os jovens adultos que têm vidas muito isoladas por causa de traumas de saúde mental ou por causa de terem sido vítimas de bulling, entre outros.

Nesta série, devido ao modo como foi editada, são usadas profusamente “legendas” em japonês (kanji/kana), para enfatizar certas frases ou comentar certos momentos. O facto de surgir texto em japonês no ecrã, correspondente ao que é dito e até empolando certas expressões com diferentes artes gráficas, permite a quem vê praticar o japonês ouvido e lido, e eventualmente até enriquecer o seu conhecimento de kanji e de vocabulário.

Veja o vlog em que descrevemos a série ( SEM SPOILERS) e explicamos porque é que os alunos de japonês devem assistir:

O que diz quem foi ao Japão

Visitar o Japão com um programa feito à medida é substancialmente diferente de ir apenas “fazer turismo”. Acreditamos que o país, a sociedade, a cultura e as pessoas têm muito para descobrir, e que cada ser humano é único nas suas preferências e na sua personalidade. Mostrar o Japão real, “ensinar” o Japão através da experiência prática e imersiva, não é igual para todos. Nenhuma experiência pedagógica é. Nos workshops, nos cursos e em todas as outras ocasiões formativas seguimos esse princípio, na visita – em viagem – também.

A Mariana, que nos contactou em meados de 2019, tinha um sonho: ir ao Japão. O seu percurso de vida e as suas escolhas já a tinham levado a implementar um conceito muito japonês em Portugal: o pet-café ( Pet & Tea, localizado na Baixa de Coimbra, o primeiro nessa cidade, e um dos primeiros no país). Ao conhecer a Mariana logo se percebeu que para ela o factor “gastronomia” era uma via fundamental para entrar na cultura japonesa, até porque a sua vida profissional passa precisamente por imaginar, confeccionar e servir a felicidade através da comida, no seu café e na sua vida.

Claro, para além desse factor, também foram tidos em conta outros vectores, sempre na perspectiva de responder à questão:  “Como tornar a experiência da Mariana no Japão em algo que inclua a aprendizagem de todos estes conteúdos específicos que queremos introduzir (de história, arte, cultura, língua, etc) e ainda a diversão e alegria que caracterizam umas merecidas férias?”. O resultado, pelas palavras da própria, pode ver-se nestes dois vídeos, filmados já em Fevereiro de 2020, na sala dos gatinhos *, no seu café.

 

 

* Os gatinhos da Pet & Tea são resgatados da rua e estão para adopção.

Tokaido: a rota dos samurais

No nosso canal de Youtube publicámos ao longo do Outono deste ano vários vídeos realizados no Japão, entre eles os vídeos ao longo da rota do Tokaido. Se ainda não viu, recomendamos que comece por este vídeo que criámos recentemente, e que dá uma explicação sobre o que é o Tokaido e o que este representa na história e cultura do Japão.

Clique AQUI para ver o vídeo “O que é a Rota do Tokaido e como podem fazê-la”

Venha fazer o Tokaido connosco em 2020!

Para saber como envie-nos email: umlongoveraonojapao@gmail.com

 

 

Galos de Barcelos nas ruas de Nagasaki

(siga o link em baixo para ver o vídeo; ou veja no nosso canal youtube )

O tema “Legado da presença portuguesa no Japão” é um dos temas fundamentais deste projecto cultural e pedagógico desde a sua primeira iniciativa (a exposição de fotografia e vídeo “Um longo Verão no Japão”, em 2013), e foi já objecto de uma instalação na Casa das Artes Bissaya Barreto (como podem ver AQUI ). Mas em cada nova temporada de trabalho de campo há naturalmente mais dados, novas perspectivas, e uma melhor compreensão dos fenómenos em curso. Assim, partilhamos aqui neste vídeo – numa perspectiva de divulgação científica acessível ao público geral – um dos lugares de Nagasaki que se configurou recentemente como um pólo central nesta pesquisa. Para além do interesse académico, parece-nos que estes lugares têm também um grande potencial para contribuir para a formação, nomeadamente no âmbito dos Estudos Japoneses, e por isso estamos receptivos ao agendamento de visitas guiadas e outras oportunidades de visita orientada. Aficionados da história dos Descobrimentos Portugueses e da Expansão, fãs do Oriente, e curiosos sobre o Japão em geral, poderão assim fazer um périplo pelo país-do-sol-nascente que incluam estes e outros lugares (para além de Nagasaki), devidamente enquadrados em contexto histórico e com uma lógica de experiência culturalmente imersiva, isto é, fora do circuito comercial das agências de viagens e dando preferência à ligação com as comunidades locais. Aguardamos o vosso contacto por email para umlongoveraonojapao@gmail.com, para planeamento e consultoria especializada, com efeito no ano 2020.